As harpas Lyon & Healy e Salvi – Tradição de mais de 200 anos, produzindo hoje os melhores instrumentos do mercado.

Existem diversos tipos de harpas.

Veja aqui uma breve explicação do funcionamento e a diferença de cada tipo de harpa

Existe uma diferença entre as harpas chamadas Celtas (ou Célticas, Troubadours, folclóricas, etc…) e as harpas de Concerto (de pedais).

folk copy

Harpa Celta

As Harpas Celtas são harpas menores que possuem chaves de semitons que são manipulados com as mãos para cada corda (para a troca de tons) ao invés dos pedais das harpas de Concerto.
As harpas Celtas são apropriadas para música antiga ou popular (que não tenha muita modulação), músicas harmonicamente mais simples em geral. O som da harpa Celta é diferente do som da harpa Sinfônica, veja o exemplo no youtube abaixo:
Exemplo no Youtube: Exemplo harpa Celta
A técnica usada para se tocar a harpa Celta pode ser a mesma utilizada pelas harpas Sinfônicas, embora tradicionalmente estes instrumentos possuam uma técnica própria ligeiramente diferente das harpas Sinfônicas. A pressão das cordas das harpas Celtas costuma ser ligeiramente mais leve, embora hoje em dia muitas harpas Celtas tem pressão e distâncias das cordas semelhantes as harpas Sinfônicas.

style30 copyHarpa Sinfônica

As Harpas de Concerto ou Sinfônicas são aquelas utilizadas nas Orquestras e possuem 7 pedais (referentes a cada nota musical) com três encaixes cada um (para
bemol, bequadro e sustenido). Estas harpas são mais caras devido à mecânica de funcionamento dos pedais e a estrutura mais robusta que suporta a tensão das  47 cordas (algumas possuem 46 cordas). Estas harpas possuem o recurso de tocar em qualquer tonalidade e produzir durante a música modulações  que não seriam possíveis sem a presença dos pedais.

Exemplo harpa Sinfônica

Embora o exemplo se mostra dentro de uma orquestra, as harpas Sinfônicas também podem ser tocadas solo, como podemos ver em outros videos do youtube:

Exemplo solo harpa Sinfônica

paraguaia02Harpa Paraguaia

Existe ainda a Harpa Paraguaia, muito comum na América Latina. A harpa Paraguaia é um instrumento bem diferenciado dos citados ao lado. A diferença na distância e tensão das cordas , exige uma técnica completamente diferente da usada nas harpas tradicionais. Nas harpas Paraguaias as cordas são tocadas com as unhas enquanto que nas harpas tradicionais são tocadas com as pontas dos dedos. Pela simplicidade do instrumento (não possui pedais ou ganchos como os da harpa celta) o repertório tocado é limitado a músicas harmonicamente mais simples que coincidem com a afinação do instrumento, já que não se pode trocar a tonalidade. (a não ser que se afine o instrumento novamente com a tonalidade desejada ). Hoje em dia já existem harpas Paraguaias com chaves de semitons como as das Harpas Celtas, o que contribuiu para ampliar muito o repertório deste instrumento.
Os calibres das cordas são diferentes dos usados nas harpas tradicionais, a distancia entre as cordas são menores e as cores das mesmas são dispostas de uma forma diferenciada.
Exemplo no Youtube:
 Exemplo harpa Paraguaia

(A Harpa Paraguaia não é um instrumento recomendado para treinamento do estudanteinteressado nas harpas tradicionais pelas diferenças expostas acima.)